Quais as formas de comprovação financeira?

As formas de comprovação financeira dependem do país que você pretende fazer seu intercâmbio. Se for à Irlanda é de um jeito. Já, Austrália, Nova Zelândia e Canadá é de outro.  O importante é saber antecipadamente quanto e como você fará a comprovação, visto que precisará se planejar financeiramente para ter o valor exigido.

Já escrevemos um post com mais detalhes sobre a comprovação financeira da Irlanda. Nele falamos sobre todas as formas. Se o destino do seu intercâmbio é o país, dá uma lida no post, pois ele vai te responder algumas dúvidas!

Comprovação financeira Irlanda

Para se aplicar para o visto de estudo + trabalho na Irlanda o estudante precisará comprovar que possui 3 mil euros. Essa quantia é exigida pelo governo, o intuito é saber que o intercambista não passará necessidades no país. É possível comprovar a posse do valor de 3 formas, vejamos:

  • Levar o dinheiro em espécie: a primeira forma é levar os 3 mil euros em espécie, ou seja, “dinheiro vivo”. É a forma mais segura? Não, mas é uma boa opção. Se estiver pensando em escolher essa opção, compre um porta dinheiro (também conhecido como porta dólar) e deixe o dinheiro sempre nele e com você.

Lembrando que nesta hipótese você deverá colocar no planejamento financeiro o valor real dos 3 mil euros, visto que deverá comprar a moeda e levar o montante com você.

  • Levar o dinheiro em um cartão de viagem: nesse caso, o estudante precisará depositar os 3 mil euros em um cartão de débito e tirar um extrato atualizado da conta.

A data de impressão do extrato precisa respeitar o prazo de 30 dias, ou seja, o extrato pode ser impresso em 30 dias ou menos da data da entrevista do visto, prazo superior não será aceito. Inclusive, o oficial da imigração poderá solicitar um extrato mais recente. Dessa forma, você só poderá utilizar os 3 mil euros após a ida a imigração e aprovação do visto.

  • Comprovar que tem o dinheiro em conta no Brasil: a terceira opção não requer que o intercambista desembolse os 3 mil euros, mas apenas comprove que possui valor equivalente, em reais, no Brasil.

Para essa comprovação o estudante precisará apresentar um extrato bancário de uma conta corrente ou poupança que seja de sua titularidade. Além disso, é necessário que leve um cartão com permissão para fazer saques fora do Brasil.

Essa opção é bastante vantajosa, visto que o estudante não precisará comprar a moeda estrangeira, nem levar o dinheiro com ele.

Comprovação financeira demais países

Geralmente, países como Canadá, Austrália e Nova Zelândia exigem que o intercambista apresente os 3 últimos extratos bancários da sua conta ou do seu patrocinador, para comprovar que possui o valor mínimo exigido. Além disso, se o estudante for proprietário de algum bem móvel ou imóvel, como veículos ou casa própria, é interessante apresentar o documento de propriedade deles junto ao pedido de aplicação do visto.

Ainda está com dúvidas sobre como fazer a comprovação financeira? Entre em contato com um de nossos especialistas!