Travel

Residência estudantil: prós e contras da acomodação!

Após escolher o curso que vai fazer e por quanto tempo ficará estudando, é hora de decidir em qual acomodação vai morar durante o intercâmbio. Existem várias opções, como casa de família, hostel, hotel, apartamento e residência estudantil. Neste post vamos falar um pouco mais sobre os prós e contras de escolher a residência estudantil!

Lembrando que o melhor tipo de acomodação vai variar de acordo com a personalidade e objetivos de cada pessoa. Assim, o ideal é buscar informações sobre todos os tipos de hospedagem e responder as seguintes perguntas antes de escolher:

  1. Qual o objetivo do intercâmbio?
  2. O estudante é mais independente ou mais dependente?
  3. Quer mais contato com os nativos?
  4. Precisa que as refeições estejam inclusas?
  5. Qual o tempo de duração do intercâmbio?

Se o intercambista for mais independente e tiver como objetivos tanto o aprendizado / aprimoramento do idioma, quanto o networking, ficar em uma residência estudantil pode ser uma boa escolha.

Residência estudantil

Estudar fora da sala de aula é importante.

Todavia, se o estudante for mais dependente, preferir que as refeições estejam inclusas e quiser apenas focar nos estudos, inclusive com uma imersão cultural intensa, uma ótima opção é a casa de família.

Vamos à lista?

Prós e contras da residência estudantil

Basicamente, existem dois tipos de residências estudantis, aquelas vinculadas a escola e as que são independentes.

As que são vinculadas a escola, muitas vezes estão situadas no mesmo prédio ou em construções anexas. O estudante também poderá escolher entre ficar em quarto individual ou compartilhado (opção mais barata).

Contras – residência estudantil

  • Morar com outros intercambistas

É possível que sua residência hospede outros brasileiros e latinos, o que pode dificultar a imersão cultural. Nesse caso, você precisará ter mais discipina e foco no seu objetivo de aprender ou aprimorar a língua do país.

A nossa dica é procure sempre ter um amigo gringo junto nos passeios e atividades, pois assim você e outros colegas brasileiros vão ter que se forçar a falar o inglês (ou língua que foram aprender) para incluir o gringo na conversa.

  • Não conviver muito com nativos

Ao escolher morar em casa de família, por exemplo, o estudante vai ter uma convivência mais de perto com os nativos. A imersão cultural será mais fácil, terá mais chance de vivenciar os costumes e conhecer as tradições.

  • Não ter refeições inclusas

De um modo geral, as residências estudantis não possuem pacotes de refeições como acontece nas casas de família, que oferecem café da manhã, jantar e até almoço.

Dessa forma, o intercambista terá que cozinhar ou fazer as refeições na rua. Se o aluno conseguir se virar sozinho na cozinha, vai economizar uma grana boa. Caso precise fazer as refeições na rua, poderá recorrer aos fast foods, se quiser gastar menos com alimentação, ou apelar para o famoso macarrão instantâneo.

Pessoa comendo batata frita

Aquele fast food que salva quem não sabe cozinhar!

Se estiver buscando ter mais desenvoltura e crescimento pessoal será uma boa oportunidade para se virar sozinho!

Leia também:
Como planejar um intercâmbio de 1 mês na Irlanda
Intercâmbio na Irlanda: como escolher o melhor curso?

Prós – residência estudantil

  • Morar com outros intercambistas

Você não leu errado, morar com outros intercambistas pode ser tanto um “pró” quanto um “contra” da residência estudantil!

Muitos estudantes tem receio de sair do Brasil sozinhos para fazer o intercâmbio e não conseguir fazer amizades durante o tempo que estiverem fora. Ao ficar em uma residência o intercambista vai morar com pessoas que estão ali com objetivos semelhantes ao dele, ou seja, estudar, passear, viver novas experiências…

Como os residentes tem rotinas parecidas, ou seja, ir à escola, estudar e passear pela cidade, ficará mais fácil ter companhia para as atividades fora da sala de aula. Inclusive, para fazer viagens nos finais de semana ou no fim no intercâmbio!

Geralmente, a residência estudantil proporciona um ambiente mais descontraído e divertido.

  • Mais liberdade

O intercambista terá mais liberdade com relação aos horários e utilização da residência estudantil. Isso é um fator bem determinante, principalmente se o intercâmbio for mais longo.

Sem contar que não precisará respeitar as regras impostas por uma família, mas sim algumas regras de convivência, como silêncio em determinados horários e organização de áreas comuns. Com certeza as regras da residência são mais maleáveis que aquelas impostas na maioria das casas de família.

  • Localização

Via de regra, as residências estudantis são localizadas em áreas mais centrais. Como dito ali em cima, se ela pertencer a escola, possivelmente, ficará bem próxima da mesma. Se for independente, estará localizada nas redondezas da escola.

Assim, a grande vantagem é não ter que gastar tempo e dinheiro com o deslocamento diário entre a acomodação e a escola.

No caso de grandes cidades, como Londres e Nova York os gastos com transporte público podem ser bem salgados. Por outro lado, se o intercâmbio for em alguma cidade do interior, o estudante poderá se deslocar de bicicleta ou até mesmo a pé, a depender da distância.

  • Diversidade cultural

Uma grande vantagem da residência é que lá o aluno vai morar com pessoas de outros países e com costumes e crenças diferentes dos seus. Essa diversidade cultural é muito boa, pois possibilita o crescimento pessoal e networking.

Pessoas na residência estudantil

Possibilidade de morar com pessoas de qualquer canto do mundo.

Imagina morar com um chileno, fazer amizade com ele e depois quando retornar do intercâmbio ter um lugar para ficar quando for visitar o Chile. Nada mal, certo? Isso pode acontecer!

Leia também:
11 dicas para aproveitar melhor seu intercâmbio de 1 mês na Irlanda
O que levar na mala de viagem do intercâmbio? 7 itens essenciais!

Agora você já sabe os principais prós e contras da residência estudantil! Fizemos também o post “Tipos de acomodação para intercambistas na Irlanda“, que vai te ajudar a saber um pouco mais sobre os outros tipos de hospedagem!

Lembre-se, a escolha da acomodação é muito importante e poderá influenciar positiva ou negativamente na sua experiência geral com o intercâmbio! Qualquer dúvida sobre a residência estudantil é só clicar aqui e mandar sua pergunta para um de nossos consultores.

Até mais!!