Planejamento

Precisa falar inglês para fazer intercâmbio?

Todos os dias nós recebemos dezenas de perguntas no nosso Instagram e uma das mais comuns é “precisa falar inglês para fazer intercâmbio?“. E a resposta é depende. Calma, nas próximas linhas vamos te explicar quando saber inglês é necessário e quando não é. Por isso, continue lendo o post para descobrir qual é o seu caso!

Ao longo do post você vai ver que existem várias situações, sendo que em alguns casos é possível iniciar o intercâmbio sem saber falar “My name is…” e em outros é necessário provar através de nota em teste de proficiência que você possui determinado nível de inglês.

Prontx para saber mais detalhes?!

Precisa falar inglês para fazer intercâmbio de idiomas?

A maioria dos futuros intercambistas que fazem a pergunta “precisa falar inglês para fazer intercâmbio?” tem a pretensão de ir para o exterior fazer um curso de idiomas. Neste caso, a resposta é não. Se você quer aprender um novo idioma não é preciso já saber falar a língua.

Se o objetivo é estudar idiomas saber o inglês não é pré-requisito.

Na Irlanda, as escolas aceitam alunos com nível iniciante de inglês, ou seja, estudantes que não sabem falar inglês podem se matricular e começar a estudar sem problemas.

Geralmente, as escolas dividem os níveis em iniciante, básico, intermediário e avançado. É comum, também, uma subdvisão destes níveis em básico 1 e 2, por exemplo. Mas isso varia de acordo com a escola.

Outro questionamento comum é “como saber qual é o meu nível de inglês?”. A resposta para essa pergunta é fácil. As escolas fazem um teste de nivelamento antes do primeiro dia de aula. A escola pode realizar o teste de nível ainda com o estudante no Brasil ou assim que chegar no país que vai estudar. Dessa forma, o estudante não precisa se preocupar se vai ser colocado na turma certa, pois através do teste isso acontecerá.

Leia também:
7 fatos sobre a Irlanda que vão te ajudar na hora de contratar o intercâmbio
Tipos de visto para a Irlanda: quais são e como funcionam?

Ainda na linha do curso de idiomas, mas um pouco diferente, existem os cursos de inglês para negócios e os preparatórios para exames do IELTS, TOEFL e Cambridge. Neste caso, será necessário falar inglês para fazer as aulas, visto que esses cursos não são para aprender inglês do zero.

No que tange ao curso de business english, o intercambista vai aprender conhecimentos voltados para o inglês de negócios, ou seja, não aprenderá coisas básicas como o famoso verbo To be. Assim, o curso é indicado para estudantes que já tem um bom conhecimento do inglês geral (nível básico, no mínimo) e desejam aprender o inglês mais voltado para o mundo corporativo.

Já, nos cursos preparatórios para exames de proficiência, o estudante precisará ter um nível de inglês ainda melhor (no mínimo, intermediário), visto que o curso vai te preparar para fazer e tirar uma boa nota no exame desejado (IELTS, TOEFL etc).

Para fazer cursos preparatórios é necessário ter o inglês mais desenvolvido.

Precisa falar inglês para fazer curso superior?

Quando a pergunta “precisa falar inglês para fazer intercâmbio” é voltada para cursar uma graduação, mestrado ou doutorado no exterior a resposta muda completamente. Neste caso, é sim necessário saber falar inglês!

Não só é imprescindível falar o idioma como é preciso provar que você tem determinado nível. Como é feito isso? Não é através de uma prova de nivelamento da faculdade, mas sim por meio de um teste com reconhecimento internacional.

Os exames mais aceitos são o IELTS (International English Language Testing System) e o TOEFL, sendo que instituições de ensino da Europa “preferem” o primeiro. A nota mínima exigida no teste de proficiência vai variar de acordo com a faculdade escolhida, sendo imprescindível consultar o site de cada uma das instituições escolhidas para saber informações mais específicas.

Para os cursos de graduação, mestrado e doutorado é necessário ter inglês avançado.

Ahh, se a intenção for fazer o intercâmbio de High School, que é voltado para estudantes brasileiros que ainda não concluíram o Ensino Médio e desejam cursar um semestre ou dois no exterior, saber falar inglês também será necessário. Assim como no curso superior, o estudante terá as aulas ministradas no idioma local e não vai aprender inglês, mas sim aperfeiçoá-lo.

Dicas para turbinar o inglês antes do intercâmbio

Independente do curso escolhido, se de idiomas, especial ou de ensino superior é sempre interessante turbinar o inglês antes de embarcar na nova aventura! Para te ajudar seguem algumas dicas que você pode colocar em prática hoje mesmo!

-Assista a filmes e seriados com o áudio em inglês! Nada de colocar a opção de dublagem, por favor! Se você já possuir um bom nível do idioma pode colocar sem legendas ou as legendas em inglês também.

-Escute mais músicas em inglês e, se possível, leia a letra e cante junto. Assim, você vai desenvolver a pronúncia e melhorar o vocabulário.

-Converse em inglês. Tem algum amigo ou parente que sabe mais inglês que você? Peça para ele conversar em inglês com você, assim ambos vão praticar o idioma.

-Coloque como meta aprender uma palavra nova todo dia. É super tranquilo colocar essa dica em prática, certo? Uma palavra nova por dia vai fazer seu vocabulário crescer muito em 1 ano, por exemplo. Se o seu inglês já for mais avançado, pode ter como meta aprender uma frase nova todo dia ou umas 3 palavras novas (para ser mais desafiador).

Leia também:
Faculdade x curso de idiomas: qual escolher?
8 motivos para cursar ensino superior na Irlanda após o curso de idiomas

Agora você já sabe a resposta para a pergunta “precisa saber inglês para fazer intercâmbio?“. E aí, no seu caso o inglês é imprescindível ou não? Caso tenha alguma dúvida, vai lá no nosso Instagram e nos manda suas perguntas! Ah, e se você não segue a gente lá, aproveita e já começa a seguir para não perder todas as novidades e promoções que publicamos!

Nos vemos na Irlanda!