Está em dúvida se o melhor para você é viajar a turismo ou fazer intercâmbio? Calma, nós vamos te ajudar a encontrar a resposta para essa pergunta! Primeiro você vai ter que responder algumas outras perguntas, como “qual o objetivo da experiência?” e “quanto tempo tem disponível?”. Depois, será preciso colocar no papel os prós e contras de cada uma e é nessa parte que vamos te ajudar!

Saiba que independente do que decidir, investir seu tempo e dinheiro em uma viagem, seja ela para passear ou estudar, é sempre uma excelente ideia! Como diz o poeta Mário Quintana, viajar é mudar a roupa da alma.

Bom, para te ajudar a responder a primeira pergunta “qual o objetivo da experiência?” nossa dica é que você separe um momento do seu dia para pensar no futuro, nas coisas que você gostaria de alcançar profissionalmente e, também, na sua vida pessoal. O intuito é descobrir se a experiência da viagem vai ser voltada para os estudos, ou seja, algo para melhorar seu currículo ou se tem outra função. É possível que o objetivo seja múltiplo.

Se o objetivo for múltiplo você pode sim fazer um intercâmbio e passear ao mesmo tempo, basta se planejar direitinho! Se tiver a partir de 30 dias é uma boa opção pegar um curso de um mês e aproveitar os finais de semana para viajar e conhecer outras cidades.

Com relação a segunda pergunta, ela é bem mais fácil de responder! Você terá 1 mês? Quinze dias? Vai tirar um ano sabático? Essa resposta é importante, pois dependendo um intercâmbio não será uma boa ideia. Por exemplo, quinze dias é muito pouco tempo para investir em um intercâmbio, sendo mais vantajoso fazer uma viagem a turismo. Já, a partir de 1 mês, viajar a turismo ou fazer intercâmbio são opções viáveis!

” Viajar é mudar a roupa da alma”.

Quanto mais tempo você tiver, melhor! A medida que os dias forem passando você vai perceber que seu cérebro começará raciocinar em inglês e ficará menos cansativo se comunicar e fazer as tarefas do dia a dia. Nada melhor do que uma imersão total na cultura para aprender o idioma!

Leia também:
Intercâmbio de trabalho na Irlanda: 5 ótimos motivos para escolher o programa!
7 fatos sobre a Irlanda que vão te ajudar na hora de contratar o intercâmbio

Viajar a turismo ou fazer intercâmbio?

Para ficar mais fácil de você visualizar as vantagens e desvantagens de cada experiência, vamos falar separadamente de cada uma, ok?

Vantagens de viajar a turismo

Se compararmos viajar a turismo com viajar para fazer intercâmbio a grande vantagem da primeira é que poderá ser mais barata, visto que você não terá que investir em um curso. Você terá menos preocupações também, não terá aquele compromisso de frequentar aulas, fazer tarefas e estudar.

Desvantagens de viajar a turismo

Em contrapartida, a desvantagem é que você poderia aproveitar o tempo de férias do trabalho para passear e estudar, mas se for somente uma viagem a turismo vai apenas passear. Assim, vai descansar, mas não vai agregar nada ao seu currículo profissional.

Se você ainda não está consolidado no mercado e deseja se destacar dos concorrentes, seria interessante utilizar o tempo da viagem para estudar também.

Em uma viagem a turismo sua única preocupação será descansar e aproveitar.

Vantagens de fazer intercâmbio

A vantagem mais óbvia do intercâmbio é o crescimento profissional, o fato de você falar um segundo idioma e de ter estudado no exterior conta muito durante a disputa por uma vaga de trabalho. Inclusive, muitas empresas não desejam somente um profissional que tenha o inglês como segunda língua, mas que também tenha vivência internacional.

A segunda vantagem do intercâmbio, que muitas vezes as pessoas não colocam na balança, é a questão da imersão cultural, que acontece quando o viajante fica mais tempo em um determinado destino. No caso do intercâmbio, você não ficará apenas 5 dias em uma cidade, poderá conhecer mais sobre os locais, ir ao mercado, viver um pouco como os nativos vivem.

Dessa forma, juntando as duas vantagens o intercambista terá um crescimento profissional e pessoal. Para deixar bem claro, nada impedirá que ele faça turismo, para isso poderá aproveitar os finais de semana para conhecer destinos próximos. No caso de um intercâmbio em Dublin, por exemplo, o estudante poderá viajar na sexta-feira para Londres ou Belfast ou Paris e retornar na segunda-feira, tendo a chance de unir o turismo com os estudos.

Desvantagens de fazer intercâmbio

Fazer intercâmbio de estudos só não vai ser vantajoso se o intercambista já for fluente no idioma, pois neste caso ele poderá ficar desmotivado. Contudo, se o intuito for fazer um intercâmbio de estudo e trabalho, a situação muda um pouco, visto que o intercambista vai ter muitas experiências fora da sala de aula e vai se integrar mais a vida do país escolhido.

Durante o intercâmbio você terá a chance de aprimorar/aprender o idioma, mas também fazer networking e viver experiências incríveis!

Neste caso, as vantagens são inúmeras e vão desde o crescimento profissional até o pessoal. É uma ótima oportunidade para mudar certas perspectivas, conhecer pessoas e viver novas experiências. Sem contar que, a possibilidade de trabalhar pode abrir outras portas para quem deseja imigrar.

Nossa dica aqui é, pesquise bem sobre os tipos de intercâmbio, ainda mais se você já for fluente no inglês. É possível fazer vários cursos no exterior, como para aprender um novo idioma (o mais procurado) ou fazer uma especialização (voltados para quem já possui domínio do idioma).

Leia também:
Melhor idade para fazer intercâmbio: tudo que você precisa saber!
Precisa falar inglês para fazer intercâmbio?

Resumindo, conhecer novos lugares e viver experiências diferentes é sempre uma boa ideia! Tenha claro quais são seus objetivos para conseguir analisar se para você é melhor viajar a turismo ou fazer intercâmbio. Depois disso é só se jogar e aproveitar! Se quiser saber um pouco mais sobre os tipos de intercâmbio dá uma explorada no nosso site e manda uma mensagem pra gente!

Até mais!!